sábado, 20 de junho de 2009

Dificuldades dos negros no mercado de trabalho


A discriminação dá-se de duas formas: direta ou indireta. Diz-se discriminação direta a adoção de regras gerais que estabelecem distinções através de proibições. É o preconceito expressado de maneira clara como, por exemplo, a proibição ou o tratamento desigual a um indivíduo ou grupo que poderia ter os mesmos direitos e o são negados. Já a discriminação indireta está internamente relacionada com situações aparentemente neutras, mas que criam desigualdades em relação a outrem. Esta última maneira de preconceito é a mais comum no Brasil.

Observando o nosso meio acadêmico, notamos que o número de pessoas da raça negra é reduzido, sugerindo este fato a presença do racismo em nossa sociedade. A discriminação étnica coibindo o acesso do negro às escolas e sua participação nas posições melhor remuneradas no mercado de trabalho estão implícitas nas atitudes dos dirigentes escolares e administradores de empresas, onde se detecta um número insignificante dos mesmos nestes ambientes.

O Brasil é o país com a segunda maior população negra do mundo. Contudo, analisando o mercado de trabalho, percebe-se que a quantidade de negros em setores "elitizados" é muito baixa. O que se verifica é que há uma dificuldade de inserção do negro e sua ascensão em áreas do mercado de trabalho de maior status social. Reserva-se a ele apenas a ocupação das áreas de menor remuneração e projeção social. Este fato é bastante sério e gera problemas sociais graves, demonstrando a presença de vários fatores que impedem essa inserção: problemas históricos, educacionais, governamentais, e ainda o racismo presente em nossa sociedade.

Um dos principais motivos desta não ascenção do negro na sociedade empresarial é a sua base educacional. Se pararmos para analisar, veremos que nas escolas públicas, os alunos, em sua maioria, são negros. O ensino nestas, é o pior no Brasil, fato este que ocasiona o mal desempenho dos alunos negros no mercado de trabalho. Não é que eles não sejam bons nem qualificados, é que sua base de ensino foi péssima e não os ajudou a crescer profissionalmente.

Por isso, a melhor forma de conter o racismo nas empreas, seria um melhora na educação e a conscientização de que cor da pele, ou determinadas características humanas, não interferem na capacidade das pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

A parceria entre empresas agrupa pessoas com diferentes características, culturas e valores. Submetendo as empresas envolvidas a um novo desafio: a gestão de multiculturalidade organizacional.

Você acredita que dependendo da região o assunto ''diferenças culturais'' são abordados de formas iguais?

O QUE UMA EMPRESA DEVERIA FAZER EM RELAÇÃO AS DIFERENÇAS CULTURAIS RELIGIOSAS?

Você acredita que hoje ainda há preconceito dentro das empresas em relação as diferenças culturais ?

A diferença cultural entre os negociadores pode gerar conflitos?

Livros Indicados.

Livros Indicados.
Multiculturalismo: Diferenças Culturais e Praticas Pedagogicas.

Cultura e empresas

FILMES

FILMES
Crash - No Limite

Casamento Grego

Diferenças entre países ricos e pobres

Loading...

Trailer Crash - No Limite

Loading...

Trailer Casamento Grego

Loading...

Seguidores